Encontro da Família

Em 1992 foi realizado o 1.º encontro da Família Wastowski e, após 25 anos, o segundo encontro foi realizado em 2017.
Em breve teremos o 3.º encontro. :)
 Ver mais detalhes.

Livro de Visitas

Agradecemos a todos que registraram seus comentários, críticas ou sugestões.
  Ver Livro de Visitas.

Santuário a Nossa Senhora de Częstochowa

Santuário para Nossa Senhora Częstochowa A devoção a Nossa Senhora do Monte Claro veio com o imigrante polonês e é mantida por seus descendentes. Na comunidade da linha Bom Jardim está localizado o santuário em honra a Nossa Senhora de Częstochowa.
 Ver mais detalhes.

Reportagens de Descendentes da Família Wastowski

Saga Polonesa em Solo Gaúcho Completa 130 Anos

Maioria dos imigrantes chegados ao Brasil se dirigiu a Porto Alegre, depois para as colônias.

No dia 3 de maio celebra-se o Dia da Etnia Polonesa, recordando a promulgação da 1ª Constituição Democrática da Polônia, em 1791, e os 130 anos da Imigração Polonesa no Rio Grande do Sul. Em 1875, começo da grande imigração européia ao Estado, a Polônia estava sujeita a outras potências, mas os poloneses existiam, e cantavam com orgulho: "Jeszcze Polska nie zginela, póki my zyjemy": A Polônia não está perdida, enquanto nós vivemos.

A Rússia, a Prússia e a Áustria, sob cujos domínios estava a Polônia, enviaram milhares de poloneses com passaportes russos, prussianos e austríacos, mas poloneses de sangue, língua, costumes e fé. A pé, carregando as bagagens, ou de carroça, buscavam a estação de trem mais próxima e partiam rumo a Bremen e ao porto de Hamburgo, onde esperavam, ao relento, semanas para o embarque, gastando as poucas economias que levavam. Embarcavam em navios da Companhia Marítima Serro Azul & Bendaszewski, custando as passagens o equivalente a 75, 35 ou 20 mil réis, correspondendo a adultos, menores e crianças. Eram mais de 20 dias de viajem em 3ª classe, mal acomodados. Chegando à baía da Guanabara, as levas afetadas por epidemias iam para uma quarentena na Ilha das Flores. Eram alojados em barracões até a partida para o destino. Algumas famílias ficavam no porto de Santos, outras no de Paranaguá, mas a maioria partia para Porto Alegre, seguindo depois às colônias.

Em 1878, 400 poloneses russos, inadaptados em Silveira Martins, voltam a Porto Alegre, e uns poucos vão a Cruz Alta e outras localidades. Em 27 de dezembro de 1878 registram-se 49 polacos em Caxias do Sul.

Em 1875 chegavam a Garibaldi 48 famílias suíças. No mesmo ano, os italianos chegavam às colônias imperiais Caxias do Sul, Garibaldi e Bento Gonçalves; em 1885, estão em Veranópolis; em 1886, em Antônio Prado, e a partir da década seguinte surgem Guaporé, Encantado; mais tarde se formam os núcleos de Sananduva, Paim Filho, Cacique Doble, Machadinho, Maximiliano de Almeida, Getúlio Vargas, Erechim, Jacutinga, Campinas do Sul, Gaurama, Viadutos, Marcelino Ramos... A partir de 1877, imigrantes se estabelecem em Silveira Martins, no centro do Estado, dando origem aos núcleos de Vale Vêneto, Nova Palma, Faxinal do Soturno, Jaguari, Dona Francisca...

Em Garibaldi, na Linha Azevedo Castro, I Seção, em nove de janeiro de 1884 havia 26 famílias polonesas prussianas, da região de Marienwerden, denunciadas polacy prusacy. Em sistema cooperativo, ergueram a capela a Nossa Senhora da Saúde, conhecida como Capela dos polacos, com cantaria, substituída em 1969 por outra de alvenaria. Cada família recebeu da Comissão de Terras e Colonização um lote, subsídio mensal, ferramentas e sementes. Sem possibilidades de comprar lotes para os filhos que casavam, ao iniciar a colonização de Santa Bárbara e Santa Teresa, reemigraram para essas terras junto ao rio das Antas, onde se organizaram em comunidades - em Santa Teresa com a capela Santo Estanislau Kostka; em Faria Lemos, com a Capela N. Senhora de Czenstochowa. Ciarnoski, Bielski, Danielski estão entre os que ficaram em Azevedo Castro. Em 1884, chegaram a Santa Teresa 15 famílias polonesas prussianas, da região pomerânica de Pelplin, entre as quais Wastowski, Hamerski, Lipski, Reszka, Biesek, Mokwa, Sztormowski e Gromowski.

Fonte: Correio Rio-grandense, Edição 4.934 - Ano 97 - Caxias do Sul-RS, 27 de abril de 2005.
Entre em contato através do e-mail: familia@wastowski.com.br.
Copyright © Julho / 2005 - ALW. Todos os direitos reservados.

Pesquisar

Romaria Internacional de Częstochowa

No dia 27 de agosto será realizada a 26.ª Romaria Internacional em Honra a Nossa Senhora de Częstochowa (Nossa Senhora do Monte Claro) na comunidade da Linha Bom Jardim em Guarani das Missões - RS.
 Ver mais detalhes.

Estatísticas

 4.384 cadastros.
 468 usuários.
 831 fotos.
 602.150 visitantes.
 1.659.312 consultas.
 Alterado em 27/09/2017.

Fotos Enviadas

Esta galeria contém fotos enviadas por colaboradores.
  Ver a galeria de fotos.